Benchmarking: Aprenda a utilizar

door-1024x740.jpg

Você já ouviu falar em benchmarking? Confesso que ouço esse termo e já imagino logo alguém dando aquela espiadinha no gramado do vizinho, que, como dizem, sempre parece mais verde ou até mesmo desmontando todo um produto para entender seu mecanismo de funcionamento. Muita gente até hoje não sabe o que é o benchmarking e nem como se dá a sua aplicação, mas essa técnica pode trazer inovação e até mesmo impulsionar seu negócio a crescer cada vez mais.

Mas afinal, o que é benchmarking?

Benchmarking é um termo derivado do inglês que pode ser traduzido como “avaliação comparativa”. A estratégia nada mais é que uma análise e aplicação de boas práticas do mercado na operação de um determinado negócio, indústria ou empresa. O benchmarking nada tem a ver com cópias, plágios ou espionagem industrial.

A ideia por trás do benchmarking é identificar algum processo que você gostaria de aprimorar ou aprender, que já é executado por outras empresas, para que você leve para o seu negócio e aplique da melhor forma. Não se trata apenas de reproduzir aquilo que os outros já fazem, mas aprender com quem faz e descobrir maneiras de adaptar esse conhecimento adquirido à sua realidade.

Há mais de 200 anos o químico francês Lavoisier soltava a tão icônica frase: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Hoje, dois séculos depois, percebemos que o mercado evoluiu se espelhando nessa estrutura de cooperação e adquiriu essa forma cada vez mais orgânica em que tudo tem sido aproveitado, reciclado, transformado, refinado. São inúmeros os cases de sucesso de gente que olhou no concorrente inspiração para abrir seu próprio negócio, no seu próprio nicho, com os seus diferenciais e uma pitada de inovação dentro de seguimentos que todo mundo já conhece. Um exemplo disso é a empresa Uber, que revolucionou o setor de transporte com a ideia de unir tecnologia às tradicionais corridas de táxi.

Como aplicar?

Antes de tudo você precisa ter clareza dos seus objetivos. O que você deseja melhorar e que patamar deseja atingir? Depois de fazer isso você deve buscar a empresa ou produto que será a inspiração. Faça uma visita técnica, pergunte, observe, converse com os clientes e absorva o máximo que puder. Aprenda com os erros e acertos do seu concorrente. Lembre sempre que não se trata de copiar, mas se inspirar e trazer soluções remodeladas para o seu negócio.

O benchmarking envolve olhar para fora para examinar como os outros atingem seus níveis de desempenho e para entender os processos que eles usam. Ele permite entender os processos por trás do excelente desempenho. Quando as lições aprendidas em um exercício de benchmarking são aplicadas adequadamente, elas facilitam o desempenho aprimorado em funções críticas dentro de uma organização ou em áreas-chave do negócio. O benchmarking não deve ser considerado um exercício único. Para ser eficaz, deve tornar-se parte integrante de um processo de melhoria contínua, com o objetivo de melhorar as melhores práticas.

Curtiu as dicas? Está esperando o que para começar a usar essa estratégia de maneira eficaz no seu negócio?

Por: David Prado